13.05.2013

MEDIDA DO BONFIM

A medida do Bonfim tem este nome pela medida exata de 47 centímetros que tem o braço direito da estátua de Jesus Cristo, Senhor do Bonfim, locada no altar-mor da Igreja mais famosa da Bahia. A medida era confeccionada em seda pura com acabamentos em tinta dourada ou prateada. O nome e imagem do santo eram bordados à mão. Na época de sua criação, acredita-se que próximo aos anos 1809, a fita era usada no pescoço como um colar e era um elemento de trocas e promessas. A fita em sí simbolizava a propria igreja. Os fiéis carregavam nelas, além dos santinhos e medalhas, uma foto, ou pequena escultura de cera, que representava a parte do corpo curada com auxílio do santo. Nunca se soube quando exatamente a medida passou a chamar-se de Fita do Senhor do Bonfim e ser carregada no pulso, mas sim que em meados de 1960, ela já era comercializada por hippies baianos nas ruas de Salvador. Poucos sabem, mas as Fitas do Bonfim são representações simbólicas, estéticas e espirituais das raízes africanas e suas cores simbolizam os Orixás. Como interpretação do passado, hoje, a tradição popular diz que a Fita deve ser enrolada no pulso e fixada com três nós. A cada nó faz-se um pedido e que deverá ser mantido em segredo até que a fita caia por desgaste natural. Após a frustração de muitos, pode-se dizer que a única falha atual da tradição dos nós, é que para a comercialização turística, a fita passou a ser feita de materiais sintéticos e demora pelo menos três vezes mais para cair. Haja paciência para que os desejos se realizem.

illustrations by kaju.ink
piece of cloud by AEROGAMI