2 POSTS

JUN
2013

BLOG

BOSSA NOVA

  • Medium_bossa

Você já se perguntou o que quer dizer Bossa?

A palavra bossa surge pela primeira vez na década de trinta, em um samba do cantor Noel Rosa. Tornou-se uma expressão que caracterizava os sambas de breque, que eram baseados no talento de improvisar as músicas. Passou também a ser usada como uma gíria carioca, muito frequente no fim da década de cinquenta e significava “jeito”, “maneira”, “modo”. Quando alguém fazia algo de modo diferente, original e de maneira fácil e simples, dizia-se que esse alguém tinha “bossa”. Durante este período o Brasil vivia o crescimento econômico após a Segunda Guerra Mundial. Nesta onda de otimismo que passava, conhecida como os “Anos Dourados”, um grupo de jovens músicos e compositores de classe média alta no Rio de Janeiro foi em busca de algo novo e que fugisse do estilo musical da época. Este novo movimento visava a internac... conta +

BISCOITO GLOBO & LUIS FERNANDO

Os tradicionais biscoitos Globo que são vendidos por todas as praias do Rio de Janeiro, não nasceram com pé na areia. A empresa começou em 1953 no bairro do Ipiranga em São Paulo, nas mãos dos irmãos Milton, Jaime e João Ponce. Os três aprenderam a fazer o lendário biscoito de polvilho com um primo que tinha uma padaria no mesmo bairro, e começaram as vendas pelas ruas da vizinhança. Um evento no Rio de Janeiro chamou a atenção dos empresários que se locomoveram pra cidade maravilhosa com sacos dos biscoitos nas costas. O sucesso foi tanto que decidiram que ali era o lugar ideal para continuar a empreitada.

60 anos mais tarde, com a mesma receita e a mesma embalagem, os biscoitos se tornaram um símbolo enraízado na cultura dos cariocas. É este exatamente o caso do Luís Fernando, que carrega os sacos de Biscoito Globo todos os dias pelas areias de Ipanem... conta +

9 POSTS

MAY
2013

BLOG

OFICINA DE AGOSTO

  • Medium_img_7198

Você já ouviu falar ou viu alguma obra da Oficina de Agosto? Perguntando assim, talvez nem todos associem a alguma imagem ou loja, mas eles estão bem mais presentes do que imaginam. Com lojas próprias em São Paulo e em Minas Gerais e revendas no Rio de Janeiro, Natal, Santa Catarina, Bahia, Belém do Pará e, pasmem, Alemanha, Bélgica, França, Colombia e Estados Unidos. Estão conquistando o mundo.
Tudo começou com Antonio Carlos Bech, conhecido como Toti, e sua irmã e amiga, Sonia Bech Vitaliano, ao decidirem trabalhar juntos na idéia de recuperar o artesanato brasileiro e tornar um meio de subsistência de pessoas.
Toti, desde criança fez parte do mundo das artes. Mudou-se para Itália para uma temporada de estudo em pintura, uma de suas grandes paixões. Tornou-se então proprietário de um antiquário nos Embu das Artes, por onde ficou durante mais de 20 anos... conta +

O GAUCHO E SEU MATE

  • Medium_marcelo_salazar_hcimarraio

No sul do país, terra dos gaúchos, tem-se o hábito de tomar o chá mate, mais conhecido como chimarrão. O ritual é composto por uma cuia, uma bomba, erva mate moída e água morna.
Mas quem são os gaúchos? No início, quando a atividade da região sul resumia-se à extração do couro do gado selvagem, os habitantes eram conhecidos como guascas, que significaria “tira de couro cru”. Em 1770, de acordo com o historiador Emilio Coni, aparece o termo “gaudério”, aplicado aos “aventureiros paulistas que desertavam das tropas regulares para se tornarem coureadores e ladrões de gado.” Segundo Emilio, é apenas por volta de 1790 que surge o termo “gaúcho” e mantem-se depreciativo até a metade do século dezenove, aplicado “aos mestiços de espanhol e português com as índias guaranis e tapes missioneiras.” Para a maioria dos autores rio-grandenses, existe outra explicação, o “ga... conta +

CAMILA REIS: DESIGN EM PARIS, ALMA NO RIO

  • Medium_camila

Passamos uma tarde adorável com Camila Reis Novaes, enquanto estávamos gravando o piloto do ginga what? lá na cidade do Rio de Janeiro. Camila é carioca por opção e de coração. Nasceu em Resende, uma cidadezinha localizada entre Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo. Eventualmente deixou o interior e encarou a cidade grande. Com seus 24 anos, é formada em fashion design pela ecole mod’art de Paris, mas decidiu voltar pro clima tropical após a formatura. As razões são simples, e qualquer um entende ao vê-la jogando seu futevôlei semanal entre os postos 11 e 12 do Leblon, ou praticando um Stand Up Paddle no fim de tarde com seu namorado. Para a designer, o mergulho no mar ou uma corridinha na beira da lagoa após o trabalho, são impagáveis. Ela é atualmente coordenadora de visual merchandising da m... conta +

MEDIDA DO BONFIM

  • Medium_fita_bonfim

A medida do Bonfim tem este nome pela medida exata de 47 centímetros que tem o braço direito da estátua de Jesus Cristo, Senhor do Bonfim, locada no altar-mor da Igreja mais famosa da Bahia. A medida era confeccionada em seda pura com acabamentos em tinta dourada ou prateada. O nome e imagem do santo eram bordados à mão. Na época de sua criação, acredita-se que próximo aos anos 1809, a fita era usada no pescoço como um colar e era um elemento de trocas e promessas. A fita em sí simbolizava a propria igreja. Os fiéis carregavam nelas, além dos santinhos e medalhas, uma foto, ou pequena escultura de cera, que representava a parte do corpo curada com auxílio do santo. Nunca se soube quando exatamente a medida passou a chamar-se de Fita do Senhor do Bonfim e ser carregada no pulso, mas sim que em meados de 1960, ela já era comercializada por hippies baianos nas ruas de... conta +

ANTHONY: O ECONOMISTA SEM SCRIPT

  • Medium_38055_411267203914_8355083_n

“A ginga é essencial e no Rio a gente tem mais. É esse jeito do carioca, o samba...” - foram as palavras de Anthony Ian Mc Courtney, que levou a equipe do ginga what? para um típico almoço na cidade maravilhosa, pós praia com os amigos, linguiça, farofa, garçom camarada e cervejinha. Com seus 25 anos, o economista é fã do Rio de Janeiro e de tudo que o lugar tem a lhe oferecer. Recentemente, talvez pela influência de seu entorno, decidiu que o trabalho no mercado financeiro não seguia o script que queria pra sua vida - largou tudo e foi escrever o seu próprio roteiro. Trabalha agora na Conspiração, uma produtora independente, e isso lhe trouxe certa flexibilidade para aproveitar melhor o seu tempo. Ele se sente privilegiado ao sair do trabalho, e fazer uma corridinha na orla da praia sentindo a br... conta +

BUMBA MEU BOI

  • Medium_bumba-meu-boi

O Bumba meu boi, Boi-Bumbá, Boi-calemba ou Boi-janeiro dão nome a uma só manifestação folclórica da cultura brasileira. A tradição de festejar o boi se mantém desde o século XVIII e começou, conta a lenda, quando o escravo Pai Francisco teve que ressucitar o boi mais bonito que ele havia matado para satisfazer o desejo de sua companheira grávida. A ressureição virou uma brincadeira, que por sua vez tornou-se motivo para festa. Hoje, encontrada em quase todos os municípios paraenses, o evento é um resultado da união de elementos das culturas europeia, africana e indígena. As apresentações acontecem no mês de Junho e Julho e tem personagens humanos e animais fantásticos. A dança combina elementos de comédia, drama, sátira e tragédia para demonstrar o contraste entre a fragilidade do homem e a força bruta de um boi. conta +

MOSAICO LOCAL

  • Medium_miscigena__o

Ao falarmos do Brasil não é fácil definir um só gênero artístico e cultural. A mistura nasce através da colonização dos europeus em um território indígena, somado ao modo de vida dos escravos africanos e de imigrantes italianos, árabes, japoneses, alemães e poloneses. A cultura brasileira é uma justaposição de influências de diversos povos e etnias. Cada estado transforma-se em uma peça de mosaico deste vasto território. O povo brasileiro se veste e se comporta de formas diversas, tem sotaques e tradições diferentes, acredita em diferentes deuses e ouve as mais variadas canções. Aqui você irá viajar entre o território e o povo, entre as tradições e a arte, a música e as festas, as crenças e culturas. conta +

MODA, PIOLHOS & CARLOTA JOAQUINA

  • Medium_turbantes

Era março de 1808 quando essa tal embarcação portuguesa chegou ao Rio de Janeiro. Do continente, um povo aflito e curioso tentava espiar a família real enquanto fazia comentários ansiosos.

Do lado de dentro, Carlota Joaquina e outras damas da corte se trocavam. Milhares de vestidos, sapatos, jóias, adornos e turbantes saíam de seus baús a procura do "look perfeito".

Sim, turbantes. Parece mentira, mas o historiador Laurentino Gomes conta que na longa viagem da Europa ao Brasil, uma infestação de piolhos devastou as madeixas das princesas, que foram obrigadas a esconder suas recém cortadas "carecas" com turbantes.

Eufóricas, as mulheres do Rio de Janeiro, ao verem panos enrolados nas cabeças da família real, acreditaram estar de frente com a última moda européia. No dia seguinte, ao passear pelas ruas da cidade, diversas mulheres ex... conta +

GINGA WHAT?

  • Medium_friends

Samba, carnaval e praias paradisíacas. Todos nós sabemos que o Brasil não é só isso. Uma nação de mais de 190 milhões de pessoas, composta por diferentes raças, cores, religiões e línguas. O Brasil está no roteiro de milhares de pessoas para os jogos de 2014. Jovens brasileiros e de outras nacionalidades se locomoverão entre as 12 cidades sede dos jogos com um objetivo em comum: compartilhar momentos e experiências. Neste contexto nasceu o projeto ginga what?. Quatro amigos brasileiros, unidos por um mesmo ideal, viajar, aprender e compartilhar. Com o objetivo de desmistificar os destinos, mostrando cada uma das cidades de um ponto de vista realista e divertido. Acreditamos que se há algo bom no brasileiro, é a tal da ginga. Contrária ao famoso "jeitinho brasileiro", é ela que nos une como povo, nos motiva a resolver qualquer problema e a descobrir o novo com um so... conta +

illustrations by kaju.ink
piece of cloud by AEROGAMI